Vital quer participação da sociedade nos diálogos na Rio+20

Titular da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) como da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) que está propondo que o Senado estabeleça um projeto de desenvolvimento sustentável para ser colocado em pauta na conferência Rio+20 que será realizada em junho, conclama agora a sociedade a participar do recomendações aos chefes de Estado que participarão da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável.

Vital destaca que por meio da de uma plataforma criada na internet, em parceria com as Nações Unidas, o governo brasileiro abre espaço para que estudantes, pesquisadores, ONGs e setor privado do mundo todo participem da discussão e elaboração de dez recomendações que serão repassadas aos líderes dos países que estarão na Cúpula da Conferência, de 20 a 23 de junho. “A plataforma se chama Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável, a iniciativa inédita conta com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Neste espaço será garantido o direito a ampla e interativa discussão dentro dos dez temas pré-definidos, entre eles, segurança alimentar, florestas e cidades sustentáveis e etc. As contribuições e discussões serão acompanhadas por especialistas de 30 universidades de todos os continentes, na proporção de três instituições por tema. a sociedade terá voz ativa neste evento”, afirmou Vital.

O intuito do senador peemedebista é reforçar a participação pública na Rio+20. Para ele a conferência que se avizinha será um momento importante de redefinição dos rumos da economia global, e possuirá um potencial de mudança grande, principalmente no Brasil que estar às vésperas de realizar dois mega eventos esportivos que é a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. A Rio+20 segundo projetou o parlamentar paraibano, não será apenas uma reunião sobre o meio ambiente, e sim sobre um desenvolvimento mais inclusivo e eficiente. “Sem dúvida será uma oportunidade única para concepção de ferramentas que criarão uma nova economia, em que cada ator, público, privado, financeiro ou do terceiro setor, terá um papel fundamental no nascimento desse novo paradigma”, disse.

Inscrições – As contribuições podem ser enviadas até 3 de junho. Para participar, os interessados devem se inscrever através do site: www.riodialogues.org.

Na visão do senador, os objetivos do Desenvolvimento Sustentável incluem sustentabilidade econômica, social e ambiental. Com a experiência de quem já participou de um grande evento internacional que foi a 100ª Conferência Internacional do Trabalho da OIT realizada em Genebra em junho do ano passado, Vital entende que a Rio+20 não deve apenas alcançar o seu êxito global, mas produzir no país uma marca profunda de um novo modo de atuação e pensamento que gere sustentabilidade e a preservação do meio ambiente. O peemedebista se reportou da épica Rio 92 – Conferência da ONU sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento – quando o Brasil tornou-se um país diferente das demais nações e ascendeu em todo o planeja as discussões em torno do meio ambiente.

Recentemente a CMA, aprovou requerimento propondo a criação de comissão externa, composta por 12 senadores, destinada a representar o Senado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em junho, no Rio.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *