UFPB explica que não houve recusa em conceder honraria ao ex-presidente Lula

O Gabinete da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), ao considerar “inconsistentes” as versões disseminadas em redes sociais e em alguns setores da imprensa sobre a entrega de título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, divulgou na noite desta quarta-feira (16) uma nota pública para tratar sobre o assunto. Em um dos pontos destacados, a instituição informa que não houve recusa ou suspensão da entrega da honraria.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Confira abaixo, na íntegra, os argumentos da UFPB:

1. A honraria universitária foi concedida pelo Conselho Universitário (Consuni) em 2011, e a UFPB foi consultada pela presidência do Partido dos Trabalhadores (PT) do estado da Paraíba sobre a possibilidade de realização da cerimônia de entrega do título no dia 26 de agosto de 2017, em local fora das dependências da Universidade, quando do planejamento da agenda geral do agraciado na capital paraibana; 

2. Para responder à consulta, nos termos de sua formulação, foram considerados os procedimentos internos necessários quanto ao cumprimento de exigências institucionais, que envolvem ritos do Cerimonial, convocação de Assembleia Extraordinária do Consuni, traslado de conselheiros e avaliação logística do local proposto para a solenidade de entrega do título;

3. Ao retomar o contato com a presidência do PT, para ajustes e providências, esta Universidade foi avisada que a organização nacional da agenda do ex-presidente havia optado pelo recebimento do Título de Doutor Honoris Causa noutra oportunidade. Sem a confirmação do evento solene, não houve, portanto, recusa ou suspensão da entrega do título por parte da UFPB. Deu-se por encerrada a momentânea tratativa, que é de rotina para cerimônias dessa natureza.

4. As inteligências universitária e paraibana sabem que a repetição de uma narrativa não tem, por si só, o poder de transformá-la em uma verdade. Sabem, também, que manifestações permeadas de agressividade gratuita e desinformação não estão à altura de suas grandezas, e não permitem, assim, injustiças a pessoas e à nossa Instituição.

Finalmente, a Administração Superior da UFPB reafirma sua crença nos princípios e valores inerentes à transparência, ao diálogo e ao respeito às divergências, sempre motivadas pela verdade e movidas pela delicadeza, com a certeza de que a UFPB deve ser a soma do que há de melhor em cada um de nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *