Suspeitos são presos por venda de carros roubados na internet em SP

Três empresários foram presos nesta quinta-feira (19) em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, suspeitos de integrarem uma quadrilha que revendia carros roubados. Eles anunciavam os veículos em sites de classificados de veículos, como mostrou o Bom Dia São Paulo desta sexta (20). Segundo a polícia, os presos venderam pelo menos 70 carros apenas em 2012.

Os três homens chegaram ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na Zona Norte da capital paulista, na noite desta quinta. Segundo a polícia, os empresários fazem parte de um grande esquema de receptação e venda de carros roubados.

 

Eles eram investigados desde janeiro. Na ação desta quinta, três veículos foram apreendidos – todos semi-novos e roubados na Zona Leste de São Paulo entre o fim do ano passado e o começo deste ano. As placas e chassis foram alterados.

“Eles entravam nesses sites especializados em vender automóveis, e viam lá a média de venda”, disse o delegado Marcelo Bianchi. Segundo o delegado, eles anunciavam os veículos por um valor abaixo da média oferecida.

Segundo a polícia, os empresários lucravam cerca de 60% com cada venda. O advogado dos presos diz que eles não estão envolvidos no esquema – segundo ele, os empresários compraram os carros e só depois descobriram que eles eram roubados. “Ele tentou desfazer o negócio, combinou de trazer os veículos para São Paulo, e não deu tempo, eles foram presos antes”, afirmou o advogado Marcelo Assad Haddad.

A polícia agora procura outros envolvidos – estima-se que 15 pessoas participem do esquema. Os homens passaram a ser investigados depois que a polícia descobriu em dezembro do ano passado um galpão na Zona Leste onde chassis de carros eram adulterados. Na ocasião, uma pessoa foi presa.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *