Sousense se envolve em investigação milionária e vira destaque no Fantástico da Rede Globo

Por Luzia de Sousa

09/10/2017 às 15h43

 

 

O restaurador de obras dos artistas mais famosos do mundo, o sousense Flávio Capitulino, natural do Distrito de São Gonçalo, no Sertão da paraíba foi destaque nesse domingo (8), no Fantástico da Globo.

Morando há 35 anos em Paris, França, o filho de agricultores nordestino tem a difícil missão de ajudar a arte a permanecer eterna, restaurando obras dos maiores pintores do mundo.

Flávio Capitulino pertence a área que movimenta quase R$ 200 bilhões por ano, que o mundo dos leilões, galerias, colecionadores, compra e venda de obras de arte.

Ele se envolveu em uma misteriosa investigação internacional de R$ 100 milhões, que envolve obras de um gênio, Pablo Picasso.

Em Campina Grande, o sousense disse a reportagem da Globo que ao restaurar os quadros não sabia que eram furtados, e foi aí que deu início a investigação provocada pela herdeira de Picasso, onde Flávio Capitulino é testemunha.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *