Lira vai ao Ministério da Integração cobrar ações para falta de água

O senador Raimundo Lira (PMDB) afirmou, em pronunciamento na tribuna do Senado nessa quinta-feira (22) que vai convidar a bancada federal no Congresso para, na próxima semana, ir até o Ministério da Integração Nacional cobrar uma solução para resolver a problemática da falta de água em Campina Grande e nas cidades que são abastecidas pelo Açude Epitácio Pessoa (Boqueirão).

“Alerto, mais uma vez, ao Ministério da Integração Nacional, ao Governo Federal como um todo, para a crise hídrica do Nordeste, especialmente para um caso especial – Campina Grande, a segunda maior cidade do Estado – polo de desenvolvimento – com mais de 450 mil habitantes”, disse o senador Raimundo Lira.

Na sua fala, Lira disse que o Açude de Boqueirão, projetado em 1950 e inaugurado em 1958 por Juscslino Kubitscheck, está hoje com menos de 15% da sua capacidade: “O açude atende a 17 cidades – perfazendo no total 700 mil habitantes. E apesar da transposição do São Francisco, que deve chegar ao Epitácio Pessoa no final de 2016 ou primeiro trimestre de 2017, os campinenses não sabem qual é a solução, porque a água está se acabando”.

O senador disse, na tribuna, que não se sabe nem se, em caso de colapso, haveria a viabilidade do uso de carros-pipa em Campina Grande. “Creio que essa ação seria inviável para uma cidade de mais de 450 mil habitantes. Pode dar certo para municípios de até 10 mil habitantes, mas para Campina, seria uma engenharia muito complicada”.

Raimundo Lira declarou que vai convidar o Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e os deputados Veneziano Vital, Rômulo Gouveia, Damião Feliciano, Aguinaldo Ribeiro, Pedro Cunha Lima, Wellington Roberto, que tem atuação política em Campina Grande, para uma audiência no Ministério, a fim de cobrar uma solução emergencial para o drama vivido pelos campinenses e outros paraibanos, quanto à crise hídrica.

Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *