Por falta de pagamento: médicos do SAMU e dos PSF´s paralisam suas atividades em CZ

O médico Vinicius Ximenes, que trabalha no SAMU da cidade, anunciou na manhã desta quarta-feira que a categoria de médicos e outros profissionais da área estão sem receber remuneração e devem paralisar suas atividades. Segundo le,  foi firmado na semana passada junto ao Ministério Público um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o qual previa que o município reconhecesse que diversos funcionários que trabalharam de excepcional interesse público nos meses de setembro e outubro até o momento estão sem receber o pagamento.

“Estamos cobrando das autoridades competentes que possam cumprir o que está estabelecido no TAC”, completou Dr. Vinicius.

O TAC prevê que na segunda feira (05), os profissionais que trabalharam na área de educação, de assistência social e saúde deveriam ser pagos, porém, não foi o que aconteceu apenas parte dos funcionários do SAMU é que foram remunerados, devido à pressão que os funcionários fizeram.

Categorias da área da saúde que não receberam remuneração:
Alguns funcionários do SAMU;
Médicos da Estratégia de Saúde da Família (ESF);
Alguns médicos da Policlínica que também não receberam.

Conforme o Dr. Vinicius, as autoridades competentes não negociam e não se pronunciam sobre o pagamento, sendo assim, dos 16 médicos dos postos de saúde, 13 já paralisaram suas atividades.

No Hospital Regional de Cajazeiras, está havendo uma sobrecarga de trabalho, devido não ter médicos nos postos, a população se desloca para o HRC, pois segundo a assessoria do HRC, somente na manhã dessa terça-feira (06), mais de 100 pacientes foram atendidos nessa unidade hospitalar.

“A situação é séria, e não vamos aceitar esse calote”, citou Dr. Vinicius Ximenes.

“Até as 12:00 horas dessa quarta-feira (07), caso as autoridades não tenham uma posição sobre esse problema, as 19:00 desse dia estaremos paralisando as atividades dos médicos do SAMU de Cajazeiras”, finalizou Dr. Vinicius.

 

DIARIO DO SERTÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *