Pizzolato deixa o IML e segue para a penitenciária da Papuda

O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolatto saiu, há pouco, do Instituto Médico-Legal (IML), onde passou por exames, e seguiu para o Complexo Penitenciário da Papuda, onde vai cumprir pena de 12 anos e sete meses.

Ele foi condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, mas fugiu para a Itália antes de ser preso.

Pizzolato chegou ao IML, na sede da Polícia Civil em Brasília às 9h27 e permaneceu no local durante 30 minutos. Três viaturas da Polícia Federal farão a escolta no trajeto do IML à Papuda. Sem falar com a imprensa, Pizzolatto entrou em uma viatura descaracterizada e blindada da Polícia Federal com destino à Papuda.

Extraditado pelo governo italiano, Pizzolato desembarcou na manhã desta sexta-feira (23) no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e de lá veio para Brasília. O ex-diretor do BB embarcou na noite de ontem em Milão.

Portal Correio