Pesquisa internacional revela que o Nordestino é o povo mais feliz do Brasil

Que o nordeste é lindo todos nós sabemos. A felicidade do nordestino se destacou em uma pesquisa internacional. Entre 147 países estudados, o Brasil ficou em 16º lugar. Entre as cinco regiões, o Nordeste foi a de maior pontuação em uma escala de zero a dez – 7,8.

O nordestino é o povo que obteve o melhor desempenho na avaliação elaborada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). A nota média da região Nordeste ficou em 7,38. Segundo relatou o instituto, se fosse um país, a região estaria em 9º lugar na classificação global, entre belgas e finlandeses.

Logo após o Nordeste vem a região Centro-Oeste, com 7,37 de desempenho. O Sul teve avaliação 7,20, o Norte, de 7,13. Ainda que seja a região mais rica do País, o Sudeste foi considerada a mais infeliz do Brasil, com um índice de apenas 6,68.

O estudo foi feito com 3.800 brasileiros, baseado em uma série de pesquisas – sobre satisfação de vida – da consultoria Gallup World Poll, conhecida pelo ranking mundial de felicidade.

RANKING DAS REGIÕES

1º – Nordeste
2º – Centro-Oeste
3º – Sul
4º – Norte
5º – Sudeste

Se o Nordeste fosse um país, estaria classificado na pesquisa em 9º no ranking global da felicidade, entre dois dos países mais desenvolvidos do mundo: a Finlândia e a Bélgica. A pesquisa constata que quem tem mais dinheiro se considera mais feliz. Contudo, no nosso caso, revelou também que riqueza não é o único fator de felicidade.

Com ou sem dinheiro, o nordestino tem uma característica peculiar: o bom humor. “É essa ideia, basicamente, de não levar as coisas tão a sério. Acho que é uma linguagem universal, todo mundo tem que muito a aprender com isso”, diz o professor universitário Márcio Acserlrad.

Renda x Felicidade
De acordo com o Ipea, aqueles que ganham mais de R$ 5.451 tiveram melhor desempenho no ranking da felicidade, de 8,36. No entanto quem tem rendimentos entre R$ 2.276 a R$ 5.450 ficou com 7,66. O pior desempenho foi registrado por quem tem a pior renda – abaixo de R$ 545, com 6,53 no índice.

Brasil
Segundo relatou o Ipea, em 2012 o Brasil se alocou na posição 16ª no quesito felicidade, entre 147 países avaliados, ficando com o desempenho de 7,1. (Com Infomoney)

DIÁRIO DO SERTÃO com G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *