Presidente do PT/PB pede prisão de Sérgio Moro após STF confirmar suspeição de ex-juiz em processos envolvendo Lula

Por Redação / Portal WSCOM

“Grande vitória da verdade contra a perseguição jurídica. Viva Lula! Moro preso, urgentemente”. A frase é do presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) na Paraíba, Jackson Macedo, postada nas redes sociais logo após o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), declarar nesta quinta-feira (24) o então juiz Sergio Moro suspeito em mais dois processos relacionados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A decisão de Gilmar Mendes representa uma grande vitória para os militantes do PT e defensores do lulopetismo. Ela tem validade para os processos relacionados a um sítio em Atibaia (SP) e a supostas vantagens indevidas envolvendo imóveis em São Paulo, como o Instituto Lula.

Com a decisão, os dois processos terão de recomeçar do zero, e as provas não poderão ser aproveitadas. Como Gilmar Mendes decidiu individualmente, cabe recurso do Ministério Público Federal.

Na última quarta-feira (23), o STF reconheceu a parcialidade de Moro ao condenar Lula no caso do triplex em Guarujá (SP).

Desde o início das investigações, Lula tem reafirmado ser inocente e ter sido “vítima da maior mentira jurídica” da história do Brasil.

Deixar uma resposta