Página no Facebook pede justiça para agente morto durante blitz da Lei Seca, em JP

Cidadãos comovidos com a morte do agente de trânsito Diogo Nascimento, 34 anos, atropelado durante uma blitz da Lei Seca no dia 21 de janeiro, criaram uma página no Facebook para cobrar justiça no caso. Os internautas também estão compartilhando mensagens e fotografias com hashtags.

Leia também: Maçonaria critica demora da Justiça em resolver caso de agente atropelado em JP

Intitulada de ‘Justiça para Diogo’, a página no Facebook conta quase 30 mil inscritos, que publicam mensagens em homenagem à vítima e pedem respostas da Justiça.

Os administradores atualizam o perfil diariamente, com materiais referentes ao caso, assim como convocam a população para protestos e manifestações que exigem a prisão de Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, suspeito de matar o agente. Nas postagens, são comuns as tags #JustiçaParaTodos, #ChegaDeImpunidade e #JustiçaParaDiogo.

O Portal Correio tentou contato com os criadores do Facebook para saber mais detalhes, mas não obteve retorno. A família de Diogo informou que não é responsável por esse conteúdo nas redes sociais.

Entenda o caso

Diogo Nascimento foi atropelado quando estava trabalhando em uma operação da Lei Seca no bairro do Bessa. Ele foi atingido por um Porsche que seria dirigido por Rodolpho Carlos. O suspeito teve a prisão decretada ainda no sábado (21), mas conseguiu um habeas corpus assinado pelo desembargador Joás de Brito, na madrugada do domingo (22), antes mesmo de ser preso.

Um novo pedido de prisão foi formulado pela Polícia Civil com parecer favorável do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e aguarda julgamento do 1º Tribunal do Júri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *