Myriam Gadelha quebra silêncio após denúncia de agressão contra o prefeito de Sousa e conta tudo

Após declarações do prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB) à imprensa local nesta segunda-feira (10), alegando legítima defesa no caso da denúncia de agressão contra a então namorada, a advogada Myriam Gadelha, ela quebrou o silêncio e contestou o gestor público.

Em entrevista ao programa Correio Debate, da Rádio Correio da cidade de João Pessoa, a advogada disse estar fisicamente e emocionalmente muito machucada. “É muito difícil pra mim”.

A advogada assegurou que o caso não é um fato político. “Não tem nada haver com eleição, isso não tem nada haver com uma vontade de revidar qualquer situação política que se passa em Sousaentre a minha família e o grupo político dele, a minha fala aqui é em defesa da minha pessoa, da minha história, que foi altamente distorcida por ele. Pra mim é um ato de uma pessoa sociopata”. Relatou ela.

Myriam disse que a situação foi vivida por ela, por seus irmãos e por um irmão do prefeito e declarou que Tyrone reclamava porque ela trabalhava até tarde, pois, o prefeito falava em constituir família. “Nunca achei que fosse passar por essa situação”.

Segundo a advogada, Tyrone dizia que ela era bonita demais para chamar a atenção com palavras, e no dia do fato ela disse que aconteceu o seguinte: “Dentro do carro ele puxou o meu brinco e deu um tapa na minha orelha. Quando ele chegou aqui (em casa), ele me trancou. De fato, como eu estava bastante irritada eu dei um tapa na cara dele sim, mas depois disso eu não tive forças o suficiente para fazer mais nada, então ele me empurrou, me jogou no chão e passou a me chutar muito”.