Moradores de Cajazeiras reclamam da fumaça liberada pelo lixão.

Olhando de longe o local parece esta coberto por uma neblina. Várias ruas da zona sul, centro e setor leste de Cajazeiras ficaram cobertas por uma espécie de fumaça, até mesmo a visibilidade no local fica ruim. Segundo os moradores uma fumaça liberada duas ou três vezes por mês tem prejudicado principalmente quem mora próximo do local.

“Essa fumaça forte acaba vindo pra cidade e causa muitos problemas. Eu por exemplo sinto um ardor constante na vista”, diz o morador do bairro da Capoeiras.

A fumaça é resultado da combustão de gases tóxicos que se formam na área por causa do acumulo de resíduos orgânicos. Pra piorar a situação pneus de borrachas são queimados constantemente no local que fica próximo a uma área residencial.

O problema não é de hoje. Há vários anos, moradores reclamam da falta de controle por parte da prefeitura. Nas emissoras de rádios, a reclamação é constante e o caso já foi parar até na delegacia. De acordo com informações, o incêndio da maioria das vezes é criminoso, mas muitos acreditam nas temperaturas elevadas e mais cuidado por parte daqueles que trabalham na área.

O lixão de Cajazeiras continua em plena atividade. No local funciona uma cooperativa de reciclagem, mas não é suficiente para absorver a demanda. A Secretaria de Meio Ambiente diz que já foram feitos estudos para criação de um aterro sanitário em outras áreas do município, mas o alto custo inviabiliza a obra.