Missas de 7º dia para Ronaldo emocionam familiares e amigos

Pela manhã, em João Pessoa centenas de pessoas foram à Basílica de Nossa Senhora das Neves para assistirem a missa de 7º dia em sufrágio da alma do ex-governador Ronaldo Cunha Lima, celebrada pelo Arcebispo Metropolitano, D. Aldo Pagotto. Na sua fala, o religioso disse que a Paraíba sente saudades de Ronaldo, mas também sente orgulho pela história de vida dele e disse que “Ronaldo amou o povo e por isso mesmo não sairá do coração das pessoas”.

O Arcebispo fez uma analogia entre o momento de luto vivenciado no Estado, devido ao falecimento de Ronaldo Cunha Lima, e a chuva que caiu durante toda a manhã em João Pessoa. “A cidade amanheceu chuvosa, como quem chora de saudade pela memória de seu filho querido, Ronaldo. Ele deixa conosco um legado que é imortal”.

O senador Cássio Cunha Lima fez questão de registrar os agradecimentos por toda a solidariedade recebida nos últimos dias e por todos os gestos de amor ao Poeta em nome de toda a família, da sua mãe Glória, e dos irmãos, Ronaldo Filho, Savigvy e Glauce, além de netos, irmãos, sobrinhos e noras do poeta, “Estamos louvando a Deus pela vida do meu pai, por toda a sua trajetória marcada pela fraternidade e amor ao próximo. Ele nos deixa um exemplo de conduta, por sua maneira própria de encarar a vida, disseminando a bondade, a solidariedade e a compaixão”.

Outro momento de bastante comoção foi quando o senador Cássio Cunha Lima durante a sua fala chamou ao púlpito, Pedro, seu filho, que declamou um poema feito por ele para o seu avô. O vice governador Rômulo Gouveia, representando o governado Ricardo Coutinho esteve na missa, que teve o Padre Jaildo e os diáconos Fabiano Moura e José Nunes em assistência ao Arcebispo.

Em Campina Grande a emoção não foi diferente, em missa celebrada pelo Padre Márcio, familiares e amigos do Poeta lotaram a Catedral de Nossa Senhora da Conceição para homenagear a memória de Ronaldo. Conforme dito pelo senador Cássio, em Campina estava a Pasárgada de Ronaldo e a cidade que ele amava e que tudo lhe deu, sempre o deixava emocionado com as constantes provas de amor, que sempre foi recíproco. Mais uma vez o neto Pedro declamou poesia para o avô que emocionou a todos os presentes. Outro neto, Bernardo, filho de Glauce, também homenageou o avô. Os senadores Cícero Lucena e Vital do Rego Filho estiveram na missa além do prefeito de João Pessoa, Luciano Agra.

Já em Brasília, na capela da Catedral Metropolitana, os amigos do Poeta da capital federal também prestaram homenagem ao ex-senador. Entre os presente, estiveram o ex-vice presidente da República, Marco Maciel, o senador José Agripino, do vizinho estado do Rio Grande do Norte e o ex-senador Raimundo Lira.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *