Ministro paraibano do TSE estaria irritado com vazamentos de depoimentos, destacam jornais

O ministro Herman Benjamin, relator do processo que pode cassar a chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tem reclamado dos vazamentos do conteúdo dos depoimentos tão logo as oitivas foram encerradas. Segundo informações divulgadas nos jornais O Globo, Estadão e Folha de São Paulo, o paraibano teria ficado irritado com a exposição dos conteúdos.

Entre as queixas, o vazamento do conteúdo falado por Marcelo Odebrecht. A Folha chegou a mencionar que a irritação de Benjamin teria impressionado os envolvido no processo de tomada de depoimentos dos delatores da companhia.

Herman Benjamin chegou a ameaçar determinar busca e apreensão nos celulares dos presentes para identificar a origem dos vazamentos durante depoimento de outros executivos, mas ele ainda não partiu para essa decisão radical.

Impressiona Herman a velocidade com que relatos feitos por quem presta depoimento chegam às manchetes dos jornais. Ele tem pedido cautela aos depoentes. Mas o apelo não tem surtido efeito.