Presidente da CPI dos Fundos de Pensão, paraibano diz que “Lava Jato é maior que Petrobras”

O deputado federal Efraim Filho (DEM), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os Fundos de Pensão, afirmou que a operação Lava Jato é maior que a Petrobras. “A CPI reforça a tese do juiz Sérgio Moro”, avaliou o paraibano.
Membros da CPI chegaram a alegar que “forças ocultas do governo” tentam barrar as investigações da Comissão que apura o rombo dos fundos de pensão de empresas estatais, que lesou milhares de aposentados.

Os ministros Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) e Jaques Wagner (Casa Civil) seriam os responsáveis pela frente governista contra a comissão na Câmara. Ordem seria “sufocar” a CPI.

O Planalto quer evitar que o ex-tesoureiro petista preso João Vaccari Neto negocie acordo de delação premiada com o Ministério Público.
O governo e a cúpula petista temem “efeito devastador” de possível delação do responsável por finanças do PT nas campanhas eleitorais.

A CPI se concentra em investimentos do Postalis, fundo dos Correios, que acumula déficit de R$ 5,6 bilhões no Bank of New York (BNY).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *