MB rebate acusações de colega e diz:¨Ele cobra projetos que vai beneficiar 5 pessoas

O presidente da Câmara Municipal da cidade de Cajazeiras, o vereador Marcos Barros (PSB), rebateu nesse final de semana as críticas do colega Marcos do Riacho do Meio (PT), que o acusou, na semana passado de levar os projetos do Poder Executivo para sua residência, impedindo assim, que a Câmara cumpra seu papel de aprovar as matérias de interesse da população.

O socialista disse que ficou muito triste com as declarações de Marcos do Riacho do Meio e taxou o petista de desconhecer o Regimento Interno da Casa, dizendo ainda que nunca dificultou a apreciação de projeto nenhum.

Segundo o presidente da Câmara, o petista está preocupando com o projeto do executivo que pede permissão à Casa Legislativa para criação de mais duas secretarias, a de Comunicação e uma executiva de Esporte e Lazer e mais seis cargos públicos

Ele explicou que os projetos enviados pelo prefeito devem ser apreciados em 30 dais a partir do seu recebimento, de acordo com o regimento da Casa, mas os projetos encaminhados por Carlos Rafael (PTB), ainda não completaram o prazo legal.

“Esse projeto não foi votado ainda porque tem uma especialidade, pois no ano passado o executivo reduziu secretarias alegando contenção de despesas”. Lembrou o socialista

Marcos disse que a matéria cobrada pelo vereador só interessa a cinco ou seis pessoas, por isso não teve essa pressa toda para ser votada, pois, não beneficia a população.

De acordo com o presidente, o projeto da Zona Azul chegou a Câmara há dois dias apenas.

DIARIO DO SERTÃO