Juíza pune coligação De Mãos Limpas e diz: ¨A moleza agora acabou em Cajazeiras¨

A juíza da 68ª Zona Eleitoral, Silvana Carvalho e o Promotor da 42ª Zona, Márcio Gondim, convocaram a imprensa nesta terça-feira (28), para esclarecer algumas questões acerca das eleições municipais na cidade de Cajazeiras.

Márcio informou que está pensando em formular um pedido aos juízes eleitorais para proibir a realização de carreatas em Cajazeiras.

“Inicialmente foram permitidas na cidade por se tratar de manifestação da democracia, mas não pode haver abusos”. Disse o Promotor

Segundo Márcio, muitas reclamações acerca de “badernas” vem ocorrendo nesse tipo de eventos no município.

 

Juíza

A magistrada informou que o evento da coligação “De Mãos Limpa”, realizado nessa segunda-feira (27), após a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), indeferindo a candidatura do democrata, Carlos Antonio, não estava autorizado, pois o dia era reservado aos candidatos do PSOL.

Segundo informações de Silvana, o responsável da coligação estava ciente que não poderia realizar nenhuma manifestação, desobedeceu a justiça e será representado.

“Esta magistrada vai representar o responsável da coligação por crime de desobediência, sem prejuízo das multas” Afirmou Silvana

Ela informou também, que o caso ocorrido nessa segunda-feira não foi o único, pois muitas reclamações tem chegado a justiça de desobediência e declarou: “A moleza acabou. Estamos aqui para colocar ordem e não vamos admitir que Cajazeiras seja uma terra sem lei. A justiça eleitoral vai tomar medidas mais enérgicas”

Fonte: diário do sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *