Investigação: Laudos do IML revelam causas das mortes de mãe e filho que morreram abraçados em incêndio na região de Sousa

Foram divulgados essa semana os laudos do Instituto Médico Legal (IML) com as causas das mortes da doméstica Cleciana Gonçalves da Silva, de 25 anos que morreu abraçada ao filho Mateus Figueiredo do Nascimento, de dois anos, após um incêndio em uma residência na cidade de Aparecida no dia 05 de fevereiro de 2014.

De acordo com informações do delegado da 19ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP), Sylvio Rabello, os dois laudos revelaram que mãe e filho morreram devido à insuficiência respiratória. Veja abaixo:

Causa morte de Cleciana Gonçalves
Falência aguda de múltiplos órgãos, devido insuficiência respiratória aguda devido asfixia provocada por queimadura de vias aéreas inferiores por aspiração de fumaça devido carbonização provocada por calor direto (fogo em chamas).

Causa morte de Mateus Figueiredo
Falência aguda de múltiplos órgãos devido exsudação plasmática aguda e insuficiência respiratória aguda devido asfixia provocada por queimadura de vias aéreas inferiores por aspiração de fumaça devido carbonização por calor direto (fogo em chamas).

O delegado declarou ainda que vai solicitar que o IML examine Cleciana para saber se a doméstica estava grávida. Silvio Rabello disse também que vai aguardar os laudos do Corpo de Bombeiros e do Instituto de Polícia Científica (IPC) para dar continuidade às investigações e dsvendar se o incêndio foi criminoso ou acidental.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *