Imprensa Nacional destaca Projeto de autoria de Cássio que fixa regras para eleições de dirigentes das entidades desportivas

O Projeto de Lei do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) que impede reeleições consecutivas para o comando de entidades desportivas segue tendo destaque na imprensa nacional. Após entrevista do ministro dos Esportes, Aldo Rabelo, que cobrou democracia nas entidades, desta vez foi o jornal Correio Braziliense que, em matéria assinada pelo jornalista Gustavo Marcondes, abordou o PL que propõe que as regras de eleições para as federações e confederações desportivas sigam os mesmos critérios das eleições para detentores de cargos públicos executivos, ou seja, a permissão para apenas uma reeleição e a adoção de regras antinepotistas.

Entre os argumentos utilizados pelo senador paraibano para convencer os parlamentares pela aprovação da matéria está o fato de que o esporte deve ser tratado como uma importante política pública e que não é salutar a perpetuação de poder de quem quer que seja frente às entidades pois é fato também que empresas públicas financiam grande parte dos esportes no Brasil e mesmo em esportes que não utilizam diretamente recursos públicos, como é o futebol em alguns estados, este se utilizam de espaços públicos para realização dos seus jogos e têm entre as suas maiores receitas o uso de transmissão de jogos pela televisão que são concessões públicas.

Cássio ressaltou que a sua proposta traça regras claras e procura não ser casuística pois delimita prazos e impede que ocorra algum tipo de instabilidade nas atuais direções desportivas  às vésperas de dois grandes eventos que o Brasil sediará nos próximos 4 anos, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

 

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *