Governo cede imóvel para Associação de Fanfarras e Bandas da Bahia no Pelourinho

A Associação de Fanfarras e Bandas da Bahia (Afab/BA) terá nova sede em Salvador. O Governo do Estado está cedendo à instituição, que reúne 110 grupos de fanfarras, um imóvel localizado na Rua Gregório de Mattos, no Pelourinho/Centro Histórico, dentro da política de valorização e ocupação da área. O diretor da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), Maurício Mathias, acompanhou a presidente da entidade, Raimunda Santana, em uma visita técnica ao prédio, com a presença de representantes da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac).

Na ocasião, foi feita a avaliação do espaço, situado ao lado da Casa do Olodum, que passará por reformas na sua estrutura interna, para atender à Afab/BA. As obras serão executadas pela Conder. “A nova sede representa um marco para o movimento de fanfarras do Estado, que contemplará também a Liga Cultural de Bandas de Músicas da Bahia (Licbamba) e a Federação Baiana de Fanfarras (FBF), que poderão utilizar o local para discutir as demandas do segmento”, disse Raimunda, na terça-feira (24).


A estrutura interna do imóvel, localizado na Rua Gregório de Matos, será reformada pela Conder.
(Foto: Ascom Dircas/Conder)

Diariamente, engenheiros, técnicos, pedreiros, pintores e auxiliares se revezam na missão de dar um novo colorido aos imóveis e preservar o patrimônio cultural do Centro Histórico de Salvador, por onde circulam 530 mil pessoas anualmente. As intervenções fazem parte da manutenção que é realizada pela Conder no território tombado, que compreende, além da pintura, a reforma de telhados, praças, paisagismo e recuperação do pavimento.

As antigas edificações existentes nesta região da cidade são importantes marcos históricos e, para a preservação, é fundamental o trabalho de conservação de fachadas, uma vez que estão sujeitas à uma série de patologias causadas pela umidade proveniente da exposição à chuva e ao sol, provocando danos à pintura.

Recentemente, a Conder concluiu a pintura de 31 casarões localizados nas ruas Gregório de Matos, João de Deus, 28 de Setembro e Largo do Pelourinho. Agora, a instituição está recuperando a fachada e a área externa do Lar Franciscano Santa Isabel, palacete em estilo colonial do século 19, tombado pelo Governo do Estado.

No local, está sendo construída também a Praça Ary Barroso, mais um espaço de lazer, com área de 470 metros quadrados, com entrada pela Baixa dos Sapateiros. A iniciativa integra o trabalho de conservação e manutenção do patrimônio, que a instituição realiza em toda a área do Centro Histórico de Salvador, durante todo o ano.

Fonte: Ascom/Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas/Conder)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *