Ex-presidiário é executado com cinco tiros em Cajazeiras. Fotos e vídeo!

O ex-presidiário, Valdiran da Silva Sales (Diran), 34 anos, foi assassinado com cinco tiros na noite desta terça-feira (29), no Bairro São Francisco na cidade de Cajazeiras. Segundo informações da polícia os disparos foram de uma espingarda calibre 28 e de um revolver 38, sendo que um deles atingiu em cheio a cabeça da vítima.

Em conversa com a reportagem do Diário do Sertão, a tia de Diran disse que ele tinha sido liberado pela manhã da cadeia de São José de Piranhas. Ela afirmou que o sobrinho estava sendo marcado por algumas pessoas que queria lhe matar. “Ele esteve lá em casa antes de ser morto e eu disse a ele que fosse para casa, porque ele estava sendo ameaçado de morte, logo depois fiquei sabendo que ele tinha sido assassinado”. Relatou a senhora Cleuza Sales.

Segundo a tia, a vítima era viciada em drogas e que também teve envolvimentos em alguns assaltos em Cajazeiras. “Não vou esconder ele era viciado em drogas e roubava também, inclusive ele estava no presídio de Cajazeiras e teve que ser transferido para cadeia de São José de Piranhas porque queriam matar ele aqui em Cajazeiras”. Finalizou.

Ação policial
Através de uma equipe comanda pelo Capitão Bruno, a polícia Militar com auxilio da P2 e do Choque entrou em diligências e conseguiu prender dois acusados do crime.

Na operação foram presos Welington Fernandes Rodrigues, 29 anos e Alexandro Ramalho (Neguinho de Evangelista), 23 anos. Eles estavam de posse das armas. Em depoimento a reportagem, eles contaram que mataram a vítima, porque tinham sido ameaçados ainda no presídio de morte. “Ele disse que quando saísse da cadeia ia nos matar, aí agente executou ele primeiro”. Afirmaram.

DIARIO DO SERTÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *