Especialista afirma que prefeitos não aceitam municipalizar o trânsito para não perderem votos

O diretor executivo da CONSULTRAN, Betto Montenegro, defende a municipalização do trânsito para reduzir os índices de acidente na Paraíba. Segundo ele, uma das principais vantagens da municipalização é a obrigatoriedade do ensino de regras e comportamento no trânsito nas escolas.

No entanto, dos 223 municípios paraibanos, apenas 23 têm o trânsito municipalizado. Para Betto, a rejeição ao projeto é culpa dos prefeitos que não compreendem a importância da municipalização ou então não aderem a ela para não perderem votos.

“O que falta é o bom senso dos prefeitos saberem da importância que é municipalizar. O maior índice de acidentes que tem hoje é na nossa região Nordeste com motos. O Trauma [hospital de João Pessoa] está cheio e você vê que o maior índice é de mortalidade e de pessoas que estão dependentes totalmente, que custam para o governo e isso poderia ser evitado se tivesse educação”, disse o diretor da CONSULTRAN.