Empresário não aceita presidir Atlético de Cajazeiras e time continua sem comando para Campeonato 2019

O empresário Francisco Campos (Tiko Miudezas) não aceitou o convite para presidir o Atlético Cajazeirense de Desportos de Cajazeiras, e o time continua sem comando após o também empresário Harley Lira ter entregado o cargo.

Tiko Miudezas agradeceu nesta quarta-feira (14), a confiança da família Lira, do prefeito Zé Aldemir (PP) e do Armazém Paraíba, que se comprometeram a ajudar financeiramente o Atlético.

Segundo o empresário, os recursos garantidos por estas três forças somam R$ 120 mil, o que corresponde ao pagamento de apenas uma folha dos jogadores, mas o time precisa pagar quatro folhas correspondente a três meses de competição e um mês de pré-temporada.

“A prefeitura assegurou recursos, que eu quero registrar que nunca foi repassado pela prefeitura antes, mas Zé Aldemir assegurou e ainda se disponibilizou a acompanhar a comissão para pedir patrocínio aos empresários”, destacou Tiko Miudezas.

Ele também destacou que o futebol paraibano vive no descrédito nacional devido as investigações policiais. “História de lama, a história que não presta pra ser contada”.

Tiko declarou ainda que sua decisão é “irrevogável” e concluiu agradecendo a torcida atleticana pela confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *