Empresária cajazeirense quase cai em calote e denuncia quadrilha que rouba mercadoria

A empresária Aparecida Almeida, proprietária da loja “Faça Festas” na cidade de Cajazeiras denunciou nesta quarta-feira (12) uma quadrilha que, segundo ela, está atuando na região do Alto Piranhas. De acordo com Aparecida, a quadrilha procura equipes que façam locação de material para festas.

Aparecida informou que a quadrilha tentou aplicar o golpe em sua empresa, mas, não obtiveram êxito, pois, foram descobertos antes e com a ajuda da polícia, ela conseguiu recuperar o material. “Entregamos 300 cadeiras e 70 mesas, quando descobrimos, acionamos a polícia e seguimos até Icó. Porém, a quadrilha desconfiou e não apareceu”, disse ela.

Segundo depoimento de Aparecida, a quadrilha faz pedido do material por telefone e manda o carro de frete para levar o material até determinado local. Ao chegar no local determinado, a quadrilha coloca o material em outro veículo e some com a mercadoria.

Aparecida informou ainda que, uma colega sua, residente na cidade de Sousa foi lesada pelo golpe da quadrilha. Ela alerta todas as pessoas que trabalham com locação de material para prestarem mais atenção em sua mercadoria.

DIÁRIO DO SERTÃO