Dilma diz que obras serão concluídas e elege Transposição como prioridade

Antes de desembarcar logo mais em solo paraibano, a presidente Dilma Rousseff (PT), concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (4) a uma cadeia de emissoras de rádio.

Em pouco mais de 28 minutos, Dilma falou de sua ida à Paraíba, dos cortes no Orçamento para o próximo ano, de sua relação com o Congresso Nacional e como tem estruturado o governo para enfrentar a crise econômica que abate o país. A presidente também falou de investimentos na região Nordeste, em setores estratégicos como habitação, educação e recursos hídricos.

Apesar dos cortes no Orçamento e do déficit previsto para o próximo ano, na casa dos R$ 30 bilhões, a presidente disse que os programas sociais não serão afetados.

Ao se reportar às obras que estão sendo tocadas pelo governo federal no Estado,  Dilma disse que todas serão concluídas e que novas obras só serão iniciadas com a previsão de receitas. A petista citou as intervenções feitas na BR-101 e no contorno de Campina Grande, em um dos trechos da BR-230. “Essas são obras na Paraíba que estão previstas no Orçamento que estamos trabalhando para o próximo ano”, garantiu.

A presidente também falou que dará continuidade às ações de segurança hídrica e mobilidade urbana na Paraíba, e garantirá a execução do programa Mais Médicos no Estado. A reforma de postos de saúde também foi  assegurada pela presidente. “Hoje estou entregando 1948 unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida, por isso temos que preservar aquilo que nos permita avançar”, comentou.

Quanto à Transposição do Rio São Francisco, Dilma garantiu que entregará a obra até o início de 2017 e disse que a Paraíba está numa situação privilegiada em relação ao projeto, pois será contemplada pelos dois eixos dos canais. “Essa é uma das mais importantes obras do meu governo e a Paraíba está numa situação bastante vantajosa, pois foi contemplada nos dois eixos do projeto”, concluiu.

Durante sua visita ao Estado, a presidente Dilma entrega unidades habitacionais na cidade de Campina Grande e depois segue para João Pessoa, onde almoça com empresários paraibanos.