Denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer chega à Câmara

O diretor-geral do Supremo Tribunal Federal, Eduardo Silva Toledo, entregou nesta quinta-feira (29) a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados. Toledo protocolou o documento por volta de 9h30 na Secretaria-Geral da Mesa da Casa.

Leia mais: PGR denuncia Temer por crime de corrupção passiva

A denúncia deve ser lida ainda nesta quinta-feira em plenário pela deputada Mariana Carvalho, primeira-secretária da Mesa Diretora da Câmara. Depois da leitura em plenário, o presidente Temer deve ser notificado a apresentar sua defesa.

Temer foi denunciado na segunda-feira (26) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelo crime de corrupção passiva. A acusação está baseada nas investigações iniciadas a partir do acordo de delação premiada da JBS. O áudio da conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da empresa, com o presidente, em março, no Palácio do Jaburu, também é uma das provas usadas no processo. 

Em sua defesa, o presidente da República reforçou, durante pronunciamento realizado na terça-feira (27), que não há contra ele nenhuma prova que o incrimine. Temer tentou desqualificar a denúncia, dizendo que ela é baseada em “ilações”. Segundo o presidente, a denúncia é uma “ficção”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *