Criança de 7 anos é usada como escudo e morre após ser atingida com tiro na cabeça, em Patos.

A criança estava na calçada brincando, quando um homem apontava uma arma para o outro. Após ser atingido por um disparo, o homem pegou a menina.

 

Mesmo assim, o outro rapaz continuou atirando e os disparos atingiram a vítima na cabeça e no tórax.

 

Maria Eduarda Rodrigues de Oliveira foi rapidamente socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros e conduzida até o Hospital Regional de Patos, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e veio a óbito.

 

O outro rapaz também foi encaminhado para o HRP, com disparos nos braços e no tórax, mas foi submetido a procedimento cirúrgico e não corre risco de morte.

 

A Polícia realizou buscas e conseguiu rapidamente prender o acusado de efetuar os disparos.

 

Marielson Nascimento Gregório, de 23 anos, disse na delegacia que estava sendo ameaçado e por isso decidiu matar o homem. Marielson disse ainda que havia confundido Severino com um inimigo seu. Ao ser questionado sobre a criança, o acusado disse que o que foi feito não pode ser mudado e que não lembra dos detalhes do crime.

O acusado foi conduzido ao Presídio Regional Romero Nóbrega, onde permanecerá a disposição da justiça.

 

Maria Eduarda era sobrinha do empresário Jair Silva, proprietário do Restaurante China Patos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *