Com voto de Vital, TCU reprova contas de 2014 de Dilma Rousseff

Com o voto do ex-senador paraibano Vital do Rêgo Filho (foto), o Tribunal de Contas da União (TCU) votou, por unanimidade, pela reprovação das contas de 2014 da gestão da presidente reeleita Dilma Rousseff, em sessão na noite desta quarta-feira (7). A rejeição seguirá para apreciação do Congresso, mas o ingrediente complica ainda mais a crise em torno da petista, com mandato ameaçado de impeachment.

Vital do Rêgo, indicado ministro ano pasasdo com as bênçãos do governo, seguiu o voto do relator. Augusto Nardes viu inconstitucionalidade e graves irregularidades nas “pedaladas fiscais”, operações feitas pelo governo sem autorização do Congresso e despesas acima das receitas.

No relatório, Nardes, cuja presença na sessão foi colocada sob suspeição pelo governo e rejeitada pelo Supremo Tribunal Federal, assinalou a existência de distorções nos gastos federais da ordem de R$ 106 bilhões.

A análise do relator foi seguida por todos os ministros. Vital do Rêgo foi senador pelo PMDB e indicado pelo seu partido para a composição do TCU. A indicação foi acolhida pelo Congresso.

MaisPB com Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *