Com placar de 2X0, Sousa volta a vencer o Treze de Campina Grande.

O time do Sousa Esporte Clube voltou a vencer o Treze de Campina Grande, nessa quarta-feira (25), no Estádio “O Marizão”, agora no primeiro jogo do mata-mata da segunda fase do Campeonato Paraibano.

Com o placar de 2 a 0, com gols de Esquerdinha no primeiro tempo, o time sousense tirou a vantagem do rival e agora pode perder até por um gol de diferença, sábado, em Campina Grande, que se classifica para decidir o título da fase com o vencedor de Campinense x Botafogo. No primeiro confronto entre esses dois times, também nesta quarta, a Raposa venceu o Belo por 3 a 2 em pleno Estádio Almeidão.

 

Pênalti
Ao contrário do encontro anterior, em que foi dominado pelo Treze no primeiro tempo, o Sousa começou a partida a todo vapor e conseguiu um pênalti com menos de um minuto de bola rolando: Anderson derrubou Kamar na área. O meia Esquerdinha foi para cobrança e chutou forte no canto esquerdo, sem chances para o goleiro Beto. Sousa 1 a 0 no Treze, aos quatro minutos.

O gol animou ainda mais o time sousense. Aos sete minutos, Eduardo Rato recebeu de Esquedinha e acertou a trave de Beto. O Galo tentou se reorganizar em campo.

A equipe sertaneja cresce no jogo. Depois de cruzamento pela esquerda de Camilo, a bola passou por toda a extensão da área, mas Eduardo Rato chegou atrasado.

O Galo “acordou” em campo. Somete aos 15 mintos, o time chegou com mais objetividade pela primeira vez na área sousense. Márcio Carioca chutou e Xinho colocou para escanteio. Cleiton fez a cobrança e a zaga afastou. O Dinossauro deu o troco. Esquerdinha sofreu falta de Anderson perto da área. Ele mesmo foi para a cobrança e alçou na área, mas a defensiva alvinegra colocou para escanteio. Na sequência, o Galo se livrou do perigo.

O Sousa seguia melhor em campo. O time puxou contra-ataque com Eduardo Rato, que foi parado com falta por Saulo perto da área. Esquerdinha soltou a bomba, mas a bola passou longe do gol de Beto, aos 26 minutos.

A resposta do Alvinegro foi imediata. Ferreira cruzou, mas Camilo interceptou com a mão. O lateral alçou a bola na área e o goleiro Anderson segurou, aos 32 minutos. Em contra-ataque do Alviverde, Anderson Kamar chutou de dentro da área e Beto salvou o Galo de tomar o segundo, aos 40 minutos.

O jogo seguiu movimentado. Márcio Carioca falta com força e a bola bateu na zaga e proporcionou contra-ataque sem objetividade. Mas aos 44 minutos, Esquerdinha marcou o segundo, após falha da defesa alvinegra. Sousa 2 a 0 Treze.

Depois do gol, o time administrou o placar e o árbitro Josimarques Domingos encerrou o primeiro tempo. Na saída do campo, aconteceu um principio de confusão entre jogadores, mas depois tudo voltou ao normal.

Segundo tempo
O Treze voltou para o segundo tempo com três atacantes. O nigeriano Yerien entrou na vaga de Cleiton Cearense. No time sertanejo, Suélio manteve a mesma formação. A partida recomeçou com o campeão paraibano tentando a marcação do primeiro gol na partida.

Aos oito minutos, o Galo quase conseguiu. Na cobrança da falta, depois de bate-rebate, Márcio Carioca chutou e o goleiro Anderson salvou em cima da linha. Na sequência do lance, Doda fez falta violenta em Eduardo Rato, que deixou o campo lesionado e foi substituído por Ivson, aos 12 minutos. O atacante do Sousa foi atendido em campo pelo Samu por cerca de cinco minutos e saiu direto para o hospital, com suspeita de fratura no tornozelo.

A bola voltou a rolar com o time trezeano ainda insistindo na marcação do gol. Aos 18 minutos, o técnico Marcelo Vilar decidiu trocar mais dois jogadores. Saíram Márcio Carioca e Anderson para as entradas de Manú e Thiago Messias, respectivamente.

A partida seguiu com o time da casa procurando administrar o resultado construído no primeiro tempo. Aos 26 minutos, após cobrança de falta, Esquerdinha tocou de cabeça, mas a bola ficou fácil para o goleiro Beto. Aos 30 minutos, Anderson Kamar saiu de campo machucado para a entrada de Juninho. Cinco minutos depois, Suélio fez a terceira e última alteração com entrada do zagueiro Renan em lugar de Xinho.
Sousa e Treze (Foto: Jéfferson Emannuel)Torcida do Sousa fez uma festa bonita no Estádio Marizão (Foto: Jéfferson Emannuel)

Aos 38 minutos, o Dinossauro quase fez o terceiro, quando Jéfferson chutou por cima da trave trezeana. A partir dai, o Galo procurou de todas as maneiras marcar um gol para diminuir a vantagem dos sousenses. Mas o placar ficou mesmo em 2 a 0 para os donos da casa.

DIÁRIO DO SERTÃO com Globo Esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *