Cidade devastada pelas águas é descoberta em Cajazeiras com o fenômeno da seca.

Com o longo período de estiagem no Sertão paraibano, os açudes e reservatórios de água começam a desaparecer. Em Cajazeiras um fato curioso é possível observar com o mínimo de água que se encontra no açude de Boqueirão.

Uma cidade, coberta pelas águas no ano de 1936 está totalmente a vista. A sede do município de São José de Piranhas, antiga Piranhas Velha, pode ser visualizada com o baixo nível de água do reservatório.

As casas, prédios e antigas estruturas, inclusive uma Igreja estão praticamente em ruínas, pois há 76 anos estão cobertos pela água, e somente este ano foi possível visualizar o cenário.

O agricultor, o senhor Francisco de Sousa, contou que em Piranhas Velha tinha uma cadeia, uma Igreja, um Cemitério e um Coreto.

No local, ainda existe de pé uma estrutura de um túmulo, com aparência de uma torre e alguns números inscritos, que não dá para identificar.

 

 

 

DIÁRIO DO SERTÃO