Chefe de imunização de João Pessoa diz que vacinação de professores deve demorar, pois grupo de pessoas com comorbidades é numeroso

O chefe de imunização de João Pessoa, Fernando Virgolino, informou ao ClickPB, nesta sexta-feira (9), que a vacinação de professores e outros trabalhadores da Educação deve demorar um pouco, pois o grupo de pessoas com comorbidades é amplo. Questionado se essa imunização ocorrerá ainda em abril, o chefe explicou que isso depende do envio de doses à Paraíba pelo Ministério da Saúde.

João Pessoa iniciou, nesta sexta-feira (9), a vacinação de pessoas a partir dos 57 anos de idade com comorbidades e profissionais de saúde da mesma faixa etária. As comorbidades atendidas serão do tipo diabetes mellitus, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, indivíduos imunossuprimidos e pessoas com obesidade grau 3 (IMC >40). O esquema de vacinação montado para estes dois dias também irá imunizar pessoas do grupo especial – acima de 18 anos – que já fizeram transplante (exceto córnea), seja paciente de hemodiálise ou possua anemia falciforme, segundo apurou o ClickPB.

A assessoria de Secretaria de Estado da Saúde informou ao ClickPB que também não tem previsão de vacinação de professores e outros profissionais da Educação, pois depende das remessas enviadas pelo Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *