HUJB-UFCG/Ebserh está em reforma para expansão de serviços

O Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Mello da Universidade Federal de Campina Grande vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) localizado em Cajazeiras, Paraíba está em franca expansão de serviços, infraestrutura física e tecnológica na nova gestão da Dra Paula Christianne Gomes Gouveia Souto Maia,  superintendente da unidade desde abril de 2021.

Atualmente, o HUJB-UFCG/Ebserh encontra-se em fase final a construção de um novo bloco, que contemplará todas as áreas administrativas e um amplo espaço para recepção dos serviços ambulatoriais e de diagnóstico. A obra conta com o investimento de cerca de mais de R$ 2 milhões, por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Ebserh/MEC. Já o bloco do ensino e pesquisa, o investimento é de mais R$ 300 mil com parte dos recursos de emendas parlamentares de 2020 e parte do Rehuf. Ainda, foi finalizada a obra de construção de uma garagem para veículos oficiais, com investimento de mais de R$ 200 mil provenientes do Rehuf e será iniciada reforma para melhorias no Centro Cirúrgico, contando com recursos na ordem de mais de R$ 230 mil, sendo uma parte com emenda parlamentar e outra com Rehuf. Há também investimentos para que o hospital alcance o número de 110 leitos em 2022.

Além disso, o hospital vem alcançando bons números no balanço de atendimentos e cirurgias. Segundo dados preliminares do banco de informações (BI), de janeiro até o dia 11 de novembro, ocorreram 577 cirurgias e 764 procedimentos cirúrgicos, além de 7.500 atendimentos ambulatoriais, 6.962 exames de imagem (ultrassonografia e radiografia), 66.704 exames de laboratório. Sobre os serviços de urologia, em alusão ao Novembro Azul, o HUJB teve 676 atendimentos urológicos e 49 cirurgias urológicas.

Durante o mês de outubro, nas comemorações do “Outubro Rosa”, comemora-se os bons números com 642 consultas ginecológicas, 151 consultas obstetrícias e 24 colposcopias. Outro dado importante se diz respeito ao espaço proporcionado pelo hospital para o ensino e pesquisa, o I Congresso de Atenção Integral à Saúde da Mulher – II Jornada de Combate ao Câncer Ginecológico nos dias 18 e 19 de outubro deste ano teve 1.162 inscritos e 72 trabalhos aprovados.

Deixar uma resposta