Após levar “pressão” de Gervásio Maia, Cartaxo presta contas e volta a citar “Lagoa” como exemplo de revitalização

Após levar uma “pressão” do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB), que desafio a prefeitura de João Pessoa a também tomar a iniciativa de ocupar espaços históricos de João, a fim de revitalizar a cidade, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) cuidou de prestar contas do que fez e do que vem fazendo para contemplar pontos históricos da Capital.

Em entrevista, na noite de ontem, durante solenidade de inauguração do novo Centro Administrativo do Poder Legislativo, Cartaxo disse que a gestão municipal está fazendo sua parte e, mais uma vez, citou Parque da Lagoa como exemplo de investimento em revitalização.

“Eu fui um dos primeiros a fazer a defesa da permanência da sede da Assembleia Legislativa da Paraíba no Centro Histórico de João Pessoa, sobretudo pelo significado, por ser a Capital mais antiga desse país, a prefeitura está fazendo a sua parte no processo de revitalização do Centro Histórico, foi assim no Parque da Lagoa, que mudou concretamente a força econômica e cultural do nosso Centro, a Praça da Independência do mesmo jeito, a praça 1817, a praça João Pessoa, a galeria Augusto dos Anjos, o investimento que fizemos na revitalização da Casa da Pólvora, na Praça da Pedra, estamos revitalizando o conventinho e estamos revitalizando os casarões da rua João Suassuna que vai trazer novos serviços para o Centro da Capital”, ressaltou.

O governador Ricardo Coutinho (PSB), que também estava presente à solenidade, em discurso, aproveitou para alfinetar a gestão municipal ao ressaltar que aquele momento era de realidade e não de publicidade, uma alusão às obras da administração municipal que, segundo o secretário Luís Tôrres, são virtuais e não reais.




PB Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *