Aguinaldo desmente pedido para permanecer no Ministério das Cidades e não descarta participação em chapa majoritária.

 

 

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP), desmentiu durante entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM, a informação do jornalista Lauro Jardim, que assina a coluna ‘Radar Online’, da Revista ‘Veja’, acerca de um suposto pedido seu à presidente Dilma Rousseff (PT) para permanecer no Ministério das Cidades. “Não tem outra alternativa, isso nunca existiu e nem passou pela minha cabeça. Eu serei candidato e em nenhum momento conversei sobre isso com ninguém”, explicou.

Aguinaldo afirmou que já está trabalhando para entregar o Ministério com o objetivo de se dedicar à campanha eleitoral. “Estou trabalhando para me despedir do Ministério, minha missão foi cumprida e foi uma honra viver um momento como esse. Agora vou tratar do meu futuro político, pela manutenção do espaço partidário”, declarou.

Ele também não descartou a possibilidade de disputar um cargo na chapa majoritária nas eleições que se avizinham. “A gente tem que avaliar com os amigos e companheiros para saber que decisão tomaremos num futuro breve”, disse.

O ministro ainda negou problemas com o blocão formado pelo PT, PP e PSC devido ao lançamento das pré-candidaturas de Nadja Palitot (PT) e Leonardo Gadelha (PSC) ao governo do estado. “Isso foi um acordo combinado entre nós, de cada um apresentar seu nome. O PP precisa fazer essa definição em relação a nomes para avançarmos na chapa, o que deveremos fazer nos próximos dias”, acrescentou.