ães da polícia de Cajazeiras contraem vírus e são sacrificados; PM´s passam por exames

Cinco cães farejadores pertencentes ao Canil do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram sacrificados esta semana, por contraírem uma virose altamente transmissível.

O vírus poderia ser transmitido dos animais para os seres humanos. Os policiais que trabalham diretamente com os cães foram orientados a realizar exames médicos.

De acordo com informações do Comandante do 6º BPM, o Tenente Coronel José Ronildo, a virose começou em um animal de apenas três meses de idade, que foi comprado no Canil da cidade de João Pessoa.

O Cão foi consultado e devido a gravidade do caso, teve que ser sacrificado. A doença se espalhou para mais quatro cães, já adultos e adestrados do Canil do 6º BPM, que também tiveram que morrer.

O Canil da cidade de Cajazeiras ficou apenas com três cães, que não foram infectados com o vírus.

“Vamos fazer gestão com o Comando Geral para adquirirmos mais cães. Vamos retomar o Canil em Cajazeiras”. Informou José Ronildo

Cães farejadores
É um trabalho árduo, em que se busca tirar proveito das duas principais características dos cães que desempenham essa função: faro apurado e personalidade curiosa.

 

DIARIO DO SERTÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *